PLANO DE CURSO  
ANO: 2020
 
CURSO: ENFERMAGEM SÉRIE: 5
DISCIPLINA: LIBRAS-LINGUAGEM BRASILEIRA DE SINAIS    
 

Aulas Teóricas: 76

A) EMENTA
A disciplina visa capacitar os alunos para a utilização da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) como instrumento capaz de favorecer a inclusão dos portadores de deficiência auditiva nos programas de educação em saúde, nos níveis fundamental e médio.

B) OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS
Reconhecer a importância da cultura Surda e dos sinais nas práticas educativas.
Proporcionar a prática de sinais e sua interpretação.
Favorecer o reconhecimento do direito à cidadania e ao acesso ao conhecimento em saúde, do portador de deficiência auditiva.

C) BASES TECNOLÓGICAS (CONTEÚDO PROGRAMÁTICO)
Histórico da Língua de Sinais. O estudo da LIBRAS na sociedade.
Princípios gerais para o estudo da Libras. As diferentes identidades surdas.
Conhecimento da cultura Surda: a importância dos sinais nas práticas educativas e no processo comunicacional com os diversos indivíduos e o ensino da saúde.
Noções básicas da LIBRAS: o alfabeto e os sinais - conhecimento e interpretação.
Os parâmetros da LIBRAS. Variações linguísticas. Iconicidade e arbitrariedade. O surdo e a linguagem que o cerca. O intérprete educacional. Surdez e bilinguismo.

Atividades Práticas
Os alunos desenvolverão seminários para apresentação de temas que utilizam a linguagem de LIBRAS, em sala de aula, e com a comunidade deficiente auditiva, a fim de aplicar, na prática, os conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas.

D) ATIVIDADES DISCENTES
Os estudantes deverão realizar Trabalhos Teóricos, Seminários, Estudo Dirigido e Dinâmicas de Grupo conforme os temas indicados para estudo extra-aula.

E) AVALIAÇÃO
Os estudantes serão avaliados por meio de Provas Teóricas, Apresentação de Trabalhos, Apresentação de Seminários, participação nas Dinâmicas de Grupo, além da sua participação nas atividades propostas intra e extra-aula, interesse, e evolução do conhecimento.

F) BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BRITO, L. F. Por uma Gramática de Língua de Sinais. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1995.
CAPOVILLA, F. C. et al. A Língua Brasileira de Sinais e sua iconicidade: análises experimentais computadorizadas de caso único. Ciência Cognitiva, 1997.
CAPOVILLA, F. C. et al. Manual Ilustrado de Sinais e Sistema de Comunicação em Rede para Surdos. São Paulo: Ed. Instituto de Psicologia, USP, 1998.
CAPOVILLA, F. C. et al. Dicionário Trilíngue. Língua de Sinais Brasileira, Português e Inglês. São Paulo: Edusp, 2000.
KARNOPP, L. B. Aquisição fonológica nas línguas de sinais. Letras de Hoje, 1997.
KLIMA, E. & U. BELLUGI. The Signs of Language. Cambridge, Mass: Harvard University Press, 1979.
LIDDELL, S. Grammar, Gesture, and Meaning in American Sign Language. Cambridge: Cambridge University Press, 2003.
QUADROS, R. M. Aspectos da sintaxe e da aquisição da Língua Brasileira de Sinais. Letras de Hoje, 1997.