PLANO DE CURSO  
ANO: 2020
 
CURSO: BACHARELADO EM QUÍMICA INDUSTRIAL E LICENCIATURA EM QUÍMICA SÉRIE: 4
DISCIPLINA: INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA E NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS    
 

Aulas Teóricas: 37

A) EMENTA
História de Educação Especial no Brasil. Concepção de Educação Inclusiva. Políticas de Educação Inclusiva: currículo e preparação da escola. Questões ético-político-educacionais da ação docente quanto à integração/inclusão escolar de pessoas com necessidades educativas especiais. Evolução conceitual na área da educação especial. Mudanças paradigmáticas e as propostas de intervenção. Tendências atuais na relação entre a prática pedagógica e a pesquisa em âmbito educacional.

B) OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS
• Analisar, criticamente, a história da Educação Especial no Brasil, buscando reflexão acerca de seus pressupostos filosóficos, históricos e legais.
• Conhecer as políticas públicas relacionadas à inclusão de alunos com necessidades especiais.
• Discutir os princípios da Educação Inclusiva no contexto da Educação Básica.
• Compreender, criticamente, o processo de inclusão escolar e suas dimensões, bem como os saberes docentes necessários para torná-lo possível.
• Identificar as principais características de diferentes necessidades especiais, bem como as possibilidades de intervenção, no contexto escolar.
• Conhecer tecnologias assistivas e sua importância como recurso no processo de inclusão educacional.
• Compreender o currículo como meio para que os alunos sejam desafiados a conseguir atingir o máximo possível de suas potencialidades, vivenciando processos significativos de aprendizagem.
• Promover a formação do profissional da educação, enquanto professor reflexivo e aprendiz, com vistas ao trabalho com alunos que apresentam necessidades educacionais especiais.
• Planejar e elaborar aulas que atendam às diferentes necessidades dos alunos.

C) BASES TECNOLÓGICAS (CONTEÚDO PROGRAMÁTICO)
1. História da Educação Especial no Brasil.
2. Legislação da Educação Especial na Perspectiva da Inclusão.
3. Fundamentos e paradigmas da Inclusão.
4. As Tecnologias Assistivas e sua importância como recurso no processo de inclusão educacional.
5. Acessibilidade à escola e ao currículo.
6. As diferentes deficiências/necessidades especiais e possibilidades de intervenção no contexto escolar

D) ATIVIDADES DISCENTES
Avaliações, dinâmicas e trabalhos em grupo.

E) AVALIAÇÃO
• Contínua, cumulativa e diagnóstica, por meio das atividades propostas.
• Trabalhos, provas práticas e escritas.

Bibliografia Básica

REILY, L. Escola Inclusiva: linguagem e mediação. São Paulo: Papirus, 2013.
FIGUEIRA, E. O que é Educação Inclusiva, Editora: Brasiliense, 2013.
DECHICHI, C. SILVA, L. C. da; FERREIRA, J. M. Educação especial e inclusão educacional: formação profissional e experiências em diferentes contextos, Uberlândia: EDUFU, 2011.

Bibliografia Complementar

FONTES, R. de S. Ensino colaborativo: uma proposta de educação inclusiva. Araraquara, S.P.: Junqueira & Marin Editora, 2009.
MANTOAN, M. T. E.; PRIETO, R. G.; ARANTES, V. A. Inclusão escolar: pontos e contrapontos. São Paulo: Summus, 2006.