PLANO DE CURSO  
ANO: 2020
 
CURSO: ENFERMAGEM SÉRIE: 3
DISCIPLINA: SEMIOLOGIA E SEMIOTÉCNICA    
 

Aulas Teóricas: 76

A) EMENTA

A disciplina enfoca a instrumentalização do estudante para a aplicação dos princípios básicos da semiologia e semiotécnica, visando o desenvolvimento das competências do cuidado de enfermagem ao indivíduo no ciclo vital.


B) OBJETIVOS / COMPETÊNCIAS

- Conhecer os princípios básicos e as técnicas de coleta de dados e o aspecto físico-semiológico do indivíduo.
- Conhecer os cuidados relacionados aos aspectos éticos e de privacidade, inerentes ao exame semiológico.


C) BASES TECNOLÓGICAS (CONTEÚDO PROGRAMÁTICO)

- Coleta de dados: entrevista, estabelecimento de relação respeitosa/ética, construção de vínculo, desenvolvimento de habilidade de observação, construção de história de vida, elaboração de questões pertinentes relacionadas às dimensões bio-psicológicas e sócio-espirituais (compreensão ampliada do processo saúde-doença).
- Iniciação da inspeção e mensuração; peso, altura, IMC, temperatura, PA, pulso, respiração, circunferência abdominal, perímetro cefálico e torácico, prega cutânea; utilização de medidas de biossegurança.
- Utilização de um roteiro de entrevista: coleta de dados necessários para identificar necessidades de saúde; fontes primárias (liderança da comunidade - política, religiosa, de saúde, de opinião - usuários, equipe de saúde, representação de conselhos e associações) e secundárias (prontuários, sistema de informação).
- Reconhecimento do perfil epidemiológico e social: habilidades de comunicação e escuta, estabelecimento de relação respeitosa/ética, habilidade de observação; fluxo de pessoas; relações estabelecidas entre grupos sociais; diagnostico comunitário.
- Registro dos dados: desenvolvimento da habilidade de escrita (clareza, síntese, ortografia, concordância), desenvolvimento de linguagem científica, respeito aos aspectos legais e de organização do prontuário do paciente.
- Análise dos dados coletados: necessidades de saúde; condições de vida; condições de saúde/doença.
- Técnicas semiológicas: inspeção, palpação, percussão e ausculta; avaliação estrutural e funcional; higiene.
- Exame Físico: inspeção, percussão, palpação e ausculta.
- Exame físico: Cabeça e pescoço; Tórax; Abdome; Genitália feminina e masculina; Membros Superiores e Inferiores.


D) ATIVIDADES PRÁTICAS

Os estudantes realizarão as técnicas semiológicas, utilizando manequim e material hospitalar no Laboratório de Prática durante aulas de Prática Simulada, a fim de se familiarizarem e adquirirem as habilidades necessárias à prática.


E) ATIVIDADES DISCENTES

Os estudantes deverão realizar Estudo Dirigido, Estudos de Caso e Prática Simulada, conforme os temas indicados para estudo extra-aula no Laboratório de Práticas.


F) AVALIAÇÃO

Os estudantes serão avaliados por meio de Provas Teóricas, Provas Práticas, além da sua participação nas atividades propostas intra e extra-aula, interesse, e evolução do conhecimento.


G) BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BARROS, Alba Lucia Botura Leite. Anamnese e exame físico: avaliação diagnóstica de enfermagem no adulto. Porto Alegre: Artmed, 2019.
CARPENITO-MOYET, Lynda Juall. Diagnósticos de enfermagem: aplicação à prática clínica. 10 ed. Porto Alegre: Artmed, 2015.
DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM - NANDA: definições e classificação 2007-2008. Porto Alegre: Artmed, 2018-2020
DOCHTERMAN, Joanne McCloskey; BULECHEK, Gloria M. Classificação das intervenções de enfermagem (NIC). 3 ed. Tradução: Regina Machado Garcez. Porto Alegre: Artmed, 2008.
MARIA, Vera Lúcia Regina. Exame clínico de enfermagem do adulto. São Paulo: Iátria, 2005
POSSO, Maria Belén Salazar. Semiologia e semiótica de enfermagem. São Paulo: Atheneu, 2016
TANNURE, Meire Chucre; GONÇALVES, Ana Maria Pinheiro (orgs). SAE: sistematização da assistência de enfermagem. Guia Prático. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015.